28 de out de 2012

O Vishnu Purana | Completo em português



Os Puranas são textos religiosos hindus antigos (a própria palavra ‘Purana’ significa ‘antigo’), e o Vishnu Purana é considerado um dos mais importantes deles. Ele é apresentado na forma de um diálogo entre Parasara e seu discípulo Maitreya, e dividido em seis livros.

Os principais temas discutidos por ele são:




1. Criação original, ou cosmogonia;
2. Criação secundária, ou a destruição e renovação de mundos, inclusive cronologia;
3. Genealogia de deuses e patriarcas;
4. Reinados dos Manus, ou períodos chamados Manwantaras; e
5. História, ou tais pormenores como foram preservados dos príncipes das raças solares e lunares, e dos seus descendentes até os tempos modernos.

O livro contém histórias da criação, de reis antigos, avatares de Vishnu que descem à terra, a vida de Krishna, a era de Kali Yuga.

Frases do livro 6 do Vishnu Purana:

Em Kali Yuga...
As mentes dos homens estarão totalmente ocupadas em adquirir riqueza; e riqueza será gasta somente em satisfações egoístas.”
“Príncipes, em vez de proteger, roubarão seus súditos; e, sob o pretexto de arrecadar taxas, pilharão os comerciantes da propriedade deles.”
“Aquele que dá muito dinheiro será o mestre de homens.”


Baixe a tradução feita por Eleonora Meier: 


Mega         Scribd      4Shared 

Novo: O Rig Veda em português

Veja também: O Vayu Purana em Português: no 4shared, ou no Scribd.
Veja também: O Shiva Purana parte 1 no 4shared, ou no Scribd.

10 comentários:

Ziusudra disse...

Eleonora,

Sou seu fã.

abraços

Eleonora Meier disse...

Oi Ziusudra, obrigada.

Abraços.

luisfabp disse...

Muito obrigado pela postagem!
Só no Vishnu Purana há muito o que estudar...
Será muito útil na Comunidade do Facebook Programa Vida Inteligente.

Fraterno Abraço!

Hélio dos Santos Pessoa Júnior disse...

Eleonora, querida amiga, adorei o seu blog, muito rico em instruções, em conhecimentos. Muito grato por portar o Rig-Veda e os Puranas, belo trabalho amiga, parabéns, continue assim, trazendo-nos preciosas informações! Aguardo pelo Atharva-Veda e os demais Vedas, se for possível, claro! Um grande Abraço!

Hélio dos Santos Pessoa Júnior

Eleonora Meier disse...

Obrigada Hélio dos Santos! De fato o blog pertence à minha irmã, Nádia Meier, ela lida com as flores e eu com as traduções. No futuro pretendo traduzir os outros Vedas, mas ainda tenho os próximos cinco livros do Rig para traduzir, e estou fazendo isso junto com outro Purana, mas devagar eu chego lá. Um grande abraço.

Ari Costa Melo Costa disse...

Olá Eleonora Méier, saudações
Uma sugestão; seria de grande valia para nós que não lemos em outro idioma, você traduzir para o nosso idioma Português, as obras completas do magnânimo MÁRIO ROSO DE LUNA, ( era espanhol ), temos em Português 4 obras dele, mas ainda faltam as principais.
Antecipadamente ficamos agradecido.
Parabéns pelo blog, pode e deve, ser considerado de utilidade pública face nos auxiliar sair das trevas da ignorância.
Paz Profunda; Namastê.
Meu e-mail é : aricm31@yahoo.com.br
Até: Ari Costa

Rogerounielo disse...

As alterações que estão sendo implementadas, no Planeta Terra, para criação da "Macroeconomia Digital", "Setores Econômicos Digitais" e "Atividades Econômicas Digitais", tem como propósito maior criar a primeira camada espiritual, material, por intermédio da REALIDADE VIRTUAL, para interligação de todos os países em um único ecossistema virtual, com tradução simultânea de uma língua para a outra, por meio de processamento qüântico, utilizando partículas de matéria e anti-matéria, em forma cúbica, geométrica e espacial, mediante algoritmo que ainda será fornecido à humanidade, após autorização do "GRANDE SOL CENTRAL", que se manifesta por intermédio da "Maçonaria Oculta", no Planeta Terra, por "VONTADE DO PRIMEIRO PRINCÍPIO":

Nas relações ontológicas entre “Criatura” e “Criador”, o “Criador” é, apenas, "Vontade", sem materialidade ou existencialidade, senão não seria “Criador”, mas “Criatura”. O “Criador”, "Causa Sem Causa", por "Não Ser", pode "Ser" qualquer coisa. A “Criatura”, desejo materializado da "Vontade do Criador", por "Ser", não pode ser diferente daquilo que é, mas como herdou o princípio do "Não Ser", da "Causa Sem Causa", que É “Silencio Absoluto”, o "Ser" não pode ser diferente daquilo que é, enquanto existir, mas quando o "Ser" deixa de "Ser", sem deixar de "Existir", pode "Ser" qualquer coisa na nova existência, sendo regra, universal, de que para o "Ser" se manifestar como outra coisa, na nova existência, o "Ser" deve deixar morrer a existência anterior, para assumir novo tipo de existência, processo análogo ao que ocorre com a lagarta que se transforma em borboleta.

Gang2 Ervilha disse...

Fico espantado com o trabalho colossal e hercúleo, de traduzir os livros religiosos da Índia. Esses livros são gigantescos! Eu mesmo os tenho e costumo lê-los em língua estrangeira, mas nunca pensei que alguém, sem motivações monetárias, fosse capaz de traduzir gigantescas obras como essas gratuitamente, sem algum retorno.

Sr. Meier, você é um caso raro, muito raro mesmo. Agradeço desde já o seu grande trabalho, pois sempre é mais agradável ler na nossa língua nativa. Mas continuo espantado mesmo assim...custa a acreditar que alguém se tenha proposto a esse trabalho de hércules. Num mundo que só pensa no lucro, no ganho, no beneficio, é mesmo muito raro e quase inacreditável.

Eleonora Meier disse...

Olá Gang2 Ervilha! Obrigada pelas gentis palavras. O meu interesse em traduzir essas obras vem justamente do fato de saber que dificilmente alguém pagaria pela tradução delas, pois por serem apreciadas realmente apenas por um seleto grupo elas não dariam lucro. De fato a regra hoje em dia é procurar satisfação em bens materiais e esquecer aquela derivada do próprio ato de trabalhar e ser útil, mas felizmente sempre haverá exceções. Um grande abraço.

agostinn disse...

Muito obrigado por compartilhar estas preciosidades: não há palavras para retribuir tamanha gentileza nesse gesto de altruísmo em traduzir e repassar estes textos clássicos da espiritualidade indiana. Que sua recompensa seja em saúde e paz sempre !